Brincadeiras dos 0 aos 3 anos

O benefício mais importante do brincar nos 3 primeiros anos de vida é no desenvolvimento global da criança. As aquisições mais importantes até aos 3 anos centram-se no desenvolvimento físico, quanto mais as crianças correrem, saltarem e treparem, melhor irão desenvolver as outras áreas do desenvolvimento, como a linguagem e a cognição. É por este motivo, que se deve evitar a exposição a aparelhos electrónicos em idades tão precoces. Brincar é a melhor forma de aprendizagem e um dos melhores momentos de relação entre pais e filhos. É uma oportunidade para a criança se conhecer e conhecer o mundo exterior, tornando-se progressivamente mais autoconfiante e competente.

Neste artigo, abordamos como pode brincar com o seu filho desde que ele nasce, privilegiando o estabelecimento de uma relação segura e um contexto estimulante para o desenvolvimento global na infância.

0-12 Meses: no primeiro ano de vida o bebé dorme grande parte do dia e o crescimento acontece a uma grande velocidade. O seu desenvolvimento é favorecido pelas suas experiências diárias e sobretudo pelas relações de vinculação que estabelece e que lhe vão transmitir a segurança necessária para aprender. Existem 3 sentidos importantes nesta fase: o tato, a audição e a visão.
– O tato, através do toque o bebé começa a integrar o mundo, aprendendo onde o seu corpo termina e o outro começa. Os mimos, carícias, o colo, o banho são momentos imprescindíveis nesta fase, assim como, brinquedos para apertar, macios e laváveis.
– A audição é um sentido muito sensível nesta fase, os bebés são sensíveis aos sons de alta frequência. Enquanto o alimenta, veste ou dá banho vá cantarolando baixinho ou opte por músicas suaves. Sininhos no carrinho ou berço também ajudam a estimular este sentido.
– Enquanto bebé, este passa a maior parte do tempo a olhar para o teto, as paredes e as laterais do berço. Desta forma, opte por decorar estes espaços com desenhos, fitas coloridas, sininhos e luzes.

12-36 Meses: durante este período a criança necessita de uma maior variedade de brinquedos com texturas, cores, tamanhos diferentes que as convidem a explorar o mundo e a dar-lhes significado. Os melhores brinquedos nesta fase, são aqueles que permitem fazer encaixe de peças, apertar botões, abrir e fechar objectos, saltar, rebolar, atirar e apanhar. Mantenha a música por perto para estimular o desenvolvimento da linguagem e a exploração do corpo.

Os livros podem acompanhar a criança desde sempre mas é importante compreender que até aos 2 anos os livros são sobretudo para olhar e tocar, opte por livros de capa grossa, plástico ou tecido. Melhor que o livro é o momento de interação que este pode proporcionar entre bebé-pais. Mostre o livro ao seu filho, faça várias entoações de voz e exagere nas expressões faciais.

Atitude Parental no Brincar
  • Tenha disponibilidade diária para brincar com o(s) seu(s) filho(s).
  • Encoraje-os à exploração em segurança. Legende as suas aventuras, verbalizando o que ele está a sentir enquanto brinca ‘Estás tão feliz a brincar com a bola!’.
  • Siga o ritmo da criança: dê-lhe tempo para integrar a brincadeira e não espere demasiado da criança.
  • Participe nos jogos de faz-de-conta e nas fantasias.
  • Observe o que a criança faz e diz, esteja atento e aprecie sem criticar.
  • Não ajude demasiado, encoraje a criança a resolver o problema.
  • Reconheça as ideias e a criatividade da criança.
  • Escute a criança e não intervenha muito.
  • Opte por brincadeiras de equipa e não de competição.
  • Divirta-se, ria e relaxe.

Até breve,
Marisela Agra
Psicóloga Clínica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *