Brincadeiras sensoriais na praia

Na praia podemos realizar brincadeiras sensorias sem recursos a brinquedos, podemos usar o corpo, areia, o mar e muita imaginação.

A praia é um excelente recurso natural para a brincadeira e desenvolvimento infantil. A imaginação é importante para as brincadeiras.

Seguem algumas sugestões de brincadeiras para promover a integração sensorial das crianças.

1 – DESLIZAR NA TOALHA

A toalha é um recurso comum e que transmite segurança às crianças que no inicio evitam a areia.

Deitar a criança na toalha e deslizar suavemente pela areia, puxado numa brincadeira por alguém em quem confiam, ativa o sistema vestibular e proporciona um contacto dinâmico e ao mesmo tempo securizante, com os altos e baixos da areia e com a sua própria textura. Se realizada esta atividade com suavidade e a um ritmo adequado da criança, torna-se uma brincadeira muito divertida.

2- ENTERRAR OS PÉS NA AREIA

Após o primeiro contacto com este contexto sensorial único, a areia da praia, experimente ajudar os mais pequenos a fazerem um pequeno buraco na areia e colocar lá os pés. Depois cubra-os com areia. Se esta atividade for aceite pela criança, podem cobrir maior zona do corpo, sem exercer pressão excessiva sobre as articulações.

3 – SALTAR NAS ONDINHAS

Todos nos lembramos das primeiras sensações ao sentir a água do mar nos pés. Esta atividade proporciona de uma forma divertida de experimentar a água ao mesmo tempo que desenvolve competências de praxis, sequenciação e coordenação motora. Experimentem saltar no instante anterior à onda tocar nos pés, aterrando já dentro de água.

4 – ESPERAR SENTADO PELA ÁGUA

Após o primeiro toque na água do mar com os pés, a criança estará preparada para experimentar mais. O ritmo da rebentação das ondas é uma boa oportunidade para planeamento e antecipação do contacto das mesmas com o corpo, visualizando a onda e a posterior aproximação suave da água pela areia. É uma excelente oportunidade para treino da auto-regulação, promovendo maior consciência do corpo. Quando a água toca na zona inferior do corpo, acontece um turbilhão de sensações.

Esperar sentada pela água

5 – À PROCURA DO TESOURO

Percorrer na zona da areia molhada à procura de tesouros escondidos. Tentem encontrar conchas ou pedrinhas.

Esta é uma brincadeira de organização espacial e procura visual, ao mesmo tempo que os pés vão sentindo diferentes texturas de areia encontrada nessa zona, entre areia seca e a molhada.

6 – CONSTRUÇÕES NA AREIA

Depois do contacto com as diferentes texturas da areia, está na hora de promover o sistema táctil e proprioceptivo.

Desafie a criança a usar a criatividade para construir com a areia molhada, podem ser castelos, carros, piscinas, animais, etc… tudo o que a imaginação permitir.

7 – O TÚNEL

Nem todos nós conseguimos fazer: o túnel na areia.

Usando ainda mais o nosso sistema proprioceptivo e táctil, associando à coordenação motora e planeamento, é um verdadeiro desafio. Exemplifique e ajude a criança. O momento em que as mãos das crianças atravessam o túnel, construído por eles próprios será verdadeiramente mágico.  

8 – ROLAR NA AREIA – CROQUETE

Após todo o contacto e exploração da atividade anterior, surge a oportunidade para rolar todo o corpo pela areia, ainda antes de um banho na água gelada e salgada do mar. Aqui, associam-se os seguintes sistemas sensoriais: táctil, proprioceptivo, vestibular, visual. E ainda será uma oportunidade para explorar todos os sons do espaço, enquanto o corpo rola pela areia.

9 –  ROCHAS

Se a praia tiver rochas, tente explorar com a criança com segurança. As crianças adoram procurar novos trajetos e explorar sítios diferentes, e o adultos também.

Nesta atividade usamos o processamento visual, planeamento, organização espacial e também a praxis no caminhar por superfícies diferentes e com desníveis. E podem ter a sorte de encontrar caranguejos.

10 – BOLA DE BERLIM

Uma experiência sensorial para o paladar e tato. E também a mais importante sensação de todas: a de estarmos junto das pessoas de quem mais gostamos!

Aproveitem e boas brincadeiras na praia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *