Chegamos a Setembro e agora?!

Para muitas pessoas Setembro é um mês de recomeços. Terminam as férias e prepara-se o regresso à rotina, ao trabalho e à escola. Após um período de tranquilidade, liberdade e descomprometimento o regresso à rotina do dia-a-dia traz muitas vezes ansiedade e stresse para a família. A este período de transição quando vivenciado com irritabilidade e angústia chamamos-lhe de Síndrome Pós-Férias.

Síndrome pós-férias

Síndrome pós-férias diz respeito a um conjunto de sintomas físicos e psicológicos que o individuo apresenta após um período de férias. Segundo vários estudos internacionais 4 em cada 10 pessoas manifestam um elevado nível de stresse no regresso ao trabalho com alterações no humor, sono e apetite. Quando estes sintomas estão presentes de forma mais intensa durante pelo menos 6 meses, podemos considerar a presença de um quadro clínico de ‘depressão pós-férias’.

É importante compreender que os sintomas do Síndrome pós-férias têm a missão de alertar o organismo para a necessidade de se reajustar a um novo ritmo. Segundo os especialistas, o corpo necessita de pelo menos 3 dias para se readaptar à nova rotina.

Sugestões para regressar à rotina de forma tranquila

Para o/a ajudar nesta transição deixamos-lhe algumas sugestões:

  • Planeie o regresso ao trabalho/escola relaxando em casa 2/3 dias antes. Aproveite estes dias para começar a acordar mais cedo e cumprir os horários habituais de refeição. Reveja gradualmente o trabalho que tem para executar e defina prioridades.
  • Organize e limpe a sua casa, este movimento vai ajudar-lhe a estruturar-se e a reconectar com as atividades diárias.
  • Quando se sentir mais ansioso/a pare por um momento, respire fundo e repita mentalmente uma frase que o/a faça sentir bem. Há estudos que demonstram que quando estamos ansiosos o simples facto de repetirmos uma frase positiva reduz o nível de stresse.
  • Defina novos hábitos que quer implementar: encontrar um novo hobbie; adoptar hábitos alimentares mais saudáveis; iniciar uma nova leitura; etc.   
  • Compreenda que estes sintomas também estão presentes em crianças/jovens podendo-se manifestar com ansiedade, aumento da agitação, resistência em atividades que envolvam o regresso à escola (aquisição do material escolar, contacto com os novos livros). É fundamental empatizar com a criança/jovem e envolve-lo gradualmente na rotina.
  • Mantenha o espírito de férias: convide os seus amigos para jantar em casa, partilhem os melhores momentos; imprima uma fotografia das férias e coloque num lugar visível; após iniciar o regresso ao trabalho marque uma ‘escapadinha’ num dos fins-de-semana seguintes; e sobretudo procure diversificar a sua rotina diária para impedir que se instale a monotonia.

Um bom regresso e até breve!

Marisela Agra
Psicóloga Clínica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *